A Prótese Vai Apitar no Detector de Metais do Aeroporto?

Todos nós sabemos que moedas, chaves e celulares acionam detectores de metal, certo? Mas e os materiais da ortopedia?

Os implantes mais comuns, utilizados na ortopedia, incluem materiais como aço inoxidável, ligas de metal (como cromo-cobalto) e titânio. Outros materiais que também podem ser utilizados na ortopedia são parafusos, hastes e pinos.

Todos estes metais podem ser o suficiente para te barrar na porta de um aeroporto. Porém, nem todos eles são detectados, vai depender do tamanho do implante e da sua composição.

Outro fator relevante é a sensibilidade dos aparelhos nos estabelecimentos. Por exemplo, em vôos internacionais, o rigor na avaliação de objetos de metal é maior do que em vôos domésticos.

MAS COMO EVITAR ESSE CONSTRANGIMENTO?
Ao chegar nestes locais, lembre-se sempre de informar que você apresenta um implante metálico. Isto provavelmente não te isentará da triagem e você pode passar pela inspeção manual de um agente.

É possível emitir a carteira de “Alerta de Implante”, que informa ser o paciente portador de implante e auxilia a passagem pelo sistema de fiscalização de raio-x de aeroportos e outras áreas onde só é permitido o acesso após revista eletrônica.

Leia Mais